Paulo Afonso de Barros
preciosos segundos de paz...
CapaCapa TextosTextos ÁudiosÁudios FotosFotos PerfilPerfil Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos

Não há castigo de Deus...

Todos os dias, por breves instantes, nos sintonizamos com o Criador e humildemente compartilhamos com o Cosmos a mais singela e pura energia de que dispomos, que brota da centelha divina que nós todos, filhos de Deus, possuímos, bons ou maus, não importa.

A centelha divina está em todas as criaturas de Deus, mesmo que em muitos de nós ainda embrutecida, opaca, mas o amor que contagia, desapegado, espontâneo, vai, pacientemente, tocando-a, realimentando-a e a revivendo pois que, em sua essência, nunca deixou ou deixará de sê-la.

Se alguém se acha em condição material e moral superior a outro, um alerta, Deus não faz essa distinção.

Cada um de nós colherá nesta vida terrena e na que se segue após a morte física apenas o que plantou e cuidou.

Graças ao nosso livre arbítrio e, de acordo com a justiça divina, a semeadura é livre e a colheita compatível, razão pela qual não há castigo de Deus.

Paulo Afonso de Barros
PABarros
Enviado por PABarros em 06/05/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar o autor Paulo Afonso de Barros_São José dos Campos_SP). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários