Paulo Afonso de Barros
preciosos segundos de paz...
CapaCapa TextosTextos ÁudiosÁudios FotosFotos PerfilPerfil Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos

Preces, súplicas, agradecimentos...
Uma prece é uma conversa com Deus, momento íntimo e amistoso, pode ocorrer em qualquer dia, horário e lugar, carece apenas de humildade e sinceridade, afinal, Ele nos conhece e sabe de nossas maiores necessidades, fraquezas e virtudes.

Deus nos concede a vida para nos olharmos, ouvir-mo-nos e melhor nos conhecermos.

Somos nossas maiores barreiras a superar e, ao mesmo tempo, a nossa melhor bússola, basta atentar para o que tentamos nos dizer.

Não conseguiremos mudar o outro, não é essa nossa principal tarefa, se melhor nos compreendermos maiores as possibilidades de sermos úteis aos que nos cercam.

O maior projeto da dádiva de nossas vidas é conhecermos a nós mesmos, caminho para proporcionarmos mudanças necessárias no jeito de encararmos os que estão em nosso entorno.

Agradeçamos a Deus pela oportunidade de mais uma encarnação e peçamos perdão a todos que machucamos, física, moral e espiritualmente, nesta ou em outras vidas.

E, nesse momento, rogamos a Deus que suas bençãos cheguem aos que sofrem a indiferença, o desamor, as violências, a fome, o apego ao que não se levará dessa vida, as desesperanças que causam desatinos e a busca no suicídio ilusória solução de problemas ou ainda ao aborto como se a vida ali não existisse.

Paz, amor, ternura e serenidade.

Prece de Caritas...

“Deus nosso Pai,
que Sois todo poder e bondade,
dai força àqueles que passam pela provação,
dai luz àqueles que procuram a verdade,
e ponde no coração do homem a compaixão e a caridade.

Deus, dai ao viajante a estrela Guia, ao aflito a consolação,
ao doente o repouso.

Pai, dai ao culpado o arrependimento, ao espírito, a verdade,
à criança o guia, ao órfão, o pai.

Que a vossa bondade se estenda sobre tudo que criaste.

Piedade, Senhor, para aqueles que não Vos conhecem, e esperança para aqueles que sofrem.

Que a Vossa bondade permita aos espíritos consoladores, derramarem por toda à parte a paz, a esperança e a fé.

Deus, um raio, uma faísca do Vosso divino amor pode abrasar a Terra,
deixai-nos beber na fonte dessa bondade fecunda e infinita, e todas as lagrimas secarão, todas as dores acalmar-se-ão.

Um só coração, um só pensamento subirá até Vós, como um grito de reconhecimento e de amor.

Como Moisés sobre a montanha, nós Vos esperamos com os braços abertos.

Oh! bondade, Oh! Poder, Oh! beleza, Oh! perfeição, queremos de alguma sorte merecer Vossa misericórdia".
Paulo Afonso de Barros
Enviado por Paulo Afonso de Barros em 01/01/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar o autor Paulo Afonso de Barros_São José dos Campos_SP). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários